Norma Regulamentadora | NR 6

Toda empresa é obrigada a fornecer Equipamento de Proteção Individual – EPI para seus trabalhadores, além de preservar a saúde, a integridade física e a vida, a lei exige que sejam fornecidos quando o ambiente de trabalho ofereça algum risco eminente.

A NR 6 reza exatamente os dizeres acima, a norma classifica como Equipamento de Proteção Individual, todo acessório, equipamento e vestuário que tenha uma função específica de proteger o trabalhador do risco no seu ambiente de trabalho, seja com produtos químicos, materiais inflamáveis ou até escoriações.

De acordo com a NR 6, todo EPI só pode ser comercializado e utilizado se conter a indicação do Certificado de Aprovação (CA), seja ele nacional ou importado. O CA garante a qualidade, durabilidade e funcionalidade dos equipamentos, que foram submetidos a rigorosos testes específicos para ter a certeza que o trabalhador estará seguro e confortável para realizar suas atividades. Este certificado é emitido pelo Ministério do Trabalho e tem validades diferentes de acordo com cada tipo de EPI. Você pode consultar o CA do seu EPI acessando o site do Ministério do Trabalho.

Vale lembrar que é de responsabilidade de toda empresa fornece os devidos EPIs e de responsabilidade dos trabalhadores utilizarem adequadamente.

Quais são os tipos de EPI?

Como citamos acima, os EPIs são responsáveis pela proteção dos trabalhadores e é lei, também sabemos que existem diversos tipos de EPIs para cada atividade exercida. Os EPIs mais comum são:

Proteção auditiva: abafadores de ruídos ou protetores auriculares

Proteção_Respiratoria_site

Proteção respiratória: máscaras e filtro

Proteção_de_cabeça_Site

Proteção da cabeça: capacetes

Proteção_Visual_Site

Proteção visual e facial: óculos e viseiras

Proteção_Mão_Site

Proteção de mãos e braços: luvas e mangotes

Proteção_de_pernas_Site

Proteção de pernas e pés: sapatos, botas e botinas

Proteção_de_quedas_site

Proteção contra quedas: cintos de segurança e cinturões